TSE está prestes a anunciar “eleição indireta” no Amazonas

0
7

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, deve julgar ainda semana o mandado de segurança impetrado pela procuradoria-geral da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM), que pede eleição indireta para a escola do chefe do executivo estadual após a cassação do governador José Melo e do vice Henrique Oliveira.

E a tendência, de acordo com fontes de Brasília, é que Gilmar Mendes acate o pedido e determine nos próximos dias que os 24 deputados da ALE escolham por voto indireto, o novo governador. E caso isso ocorra já existe um favorito. A maioria dos parlamentares tende a votar no ex-presidente da casa e atual governador-tampão, Davi Almeida.

Caso ocorram as indiretas, “caem por terra” os planos de alguns grandes caciques da política local como, os senadores Eduardo Braga (PMDB), Omar Aziz (PSD) e Amazonino Mendes (PDT), que torcem por eleições diretas. Corre por fora ainda, o ex-deputado Marcelo Ramos (PR), que nas últimas eleições municipais teve a oportunidade de ser eleito prefeito de Manaus, com o apoio do deputado federal Alfredo Nascimento (PR).

Artigo 81

O mandado de segurança foi impetrado no último dia 16 de maio, pelo procurador-geral da ALEAM, Vander Góes, que fundamentou a ação pedindo que seja cumprido o exposto no Artigo 81 da Constituição Federal, que diz que, havendo vacância dos cargos nos dois últimos anos do mandato, a eleição ocorre por via indireta, através da Assembléia.

O mandado de segurança havia sido distribuído ao relator ministro Herman Benjamin e repassado ao ministro Napoleão Maia. No último dia 17, entretanto, Maia determinou que os autos fossem encaminhados ao ministro Gilmar Mendes.

De acordo com a decisão, Napoleão Maia reiterou que foi voto vencido no julgamento de Melo e Oliveira, uma vez que só ele e Luciana Lóssio decidiram pela inocência do ex-governador e ex-vice do executivo do Amazonas. Por esse motivo, ele repassou a decisão para o presidente do TSE. A decisão pode sair a qualquer momento.

Com informações do Correio da amazônia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.