5 formas de identificar Fake News

O termo é relativamente recente: “Fake News”, mas elas existem há muito tempo, talvez desde o surgimento do jornalismo ou até antes. Afinal, elas são, basicamente, mentiras divulgadas como verdades. No entanto, com a popularização das redes sociais, aliada a instabilidade política que circula não só no Brasil, mas no mundo inteiro, elas ganharam muita força.

Em geral, as fake news existem para denegrir a imagem de alguém, valorizar outros, e sempre com funções comerciais. A ideia é disseminar rapidamente alguma coisa afim de obter algum tipo de retorno favorável com aquele tipo de notícia falsa, sendo uma espécie de “larga escala” da mentira que contamos em nosso dia-a-dia.
No entanto, as fake news mais prejudicam do que ajudam, sejam o leitor ou o próprio propagador dela. Pensando nisso, resolvemos selecionar cinco pontos para você identificar as fake news.

1. Leia a matéria completa
Em tempos de internet, somos expostos a uma quantidade gigantesca de informações, e fazemos diversas coisas ao mesmo tempo: temos uma aba com o YouTube ligado, outra no Facebook, outra no casino ao vivo, além de estarmos conectados com o celular ouvindo música. Por um lado, essa grande quantidade de coisas é algo positivo, mas por outro, a gente acaba negligenciando a informação em si e acabamos compartilhando, opinando e comentando apenas lendo o título.

Isso acontece porque a gente não consegue “processar” uma quantidade tão grande de informações sobre os mais variados assuntos em tão pouco tempo e, por isso, a chamada ou frases pequenas já são o suficientes para creditarmos um juízo de valor. Infelizmente, esse é o berço também das Fake News e, portanto, antes de compartilhar ou comentar uma notícia, procure clicar nela e ler a matéria para assegurar de que ela não é falsa.
Muitas vezes ao clicar na matéria, ver informações rasas, sem fontes ou até mesmo com erros de ortografia, indicam claramente que alí reside uma informação não verdadeira.

2. Preste atenção no endereço
Sites mal intencionados procuram ser semelhantes, mas não iguais, aos sites críveis. Portanto, se você olhar o endereço e achar ele esquisito, pode desconfiar de que aquela informação que você está recebendo é falsa.

3. Cheque a fonte e procure em outros sites
Muitos canais que propagam notícias falsas citam alguma fonte. No entanto, é importante clicar nela para assegurar de que aquela informação é verdadeira. Além disso, procure sites confiáveis e que tem credibilidade dentro do segmento de jornalismo. Caso a notícia que você busque não esteja lá, muito provavelmente se trata de mais uma fake news.

4. Seja cético e questione
Por mais que você não goste de um político “X”, ou de um artista “Y”, é importante questionar se aquela notícia atribuída a ele é, de fato, verdadeira, não deixando se levar pelas emoções pelo simples fato de você ter uma antipatia por aquela pessoa. Olhar o título e se perguntar: “será que é isso mesmo?” é fundamental para não propagar as fake news.

5. Pesquise a Notícia no Google
Uma atitude bastante simples faz toda a diferença: digite o título da notícia que você leu no Google. Se ela for verdadeira, o sistema de buscador vai apresentar várias fontes para a mesma notícia, já que informações verdadeiras e relevantes se espalham rapidamente.

Foto: Reprodução/Internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.