Ex candidato a vereador de Tefé e preso com drogas em Manaus

Uma equipe de investigação do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), sob o comando do delegado Paulo Mavignier, titular da unidade policial, em conjunto com a equipe do Departamento de Polícia do Interior (DPI) e o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), conseguiram, apreender, na noite de sexta-feira (05/01), sete quilos de drogas no porto da Manaus Moderna. Durante a ação, Igson Cunha de Castro, 18, foi preso, em flagrante, por envolvimento com tráfico de drogas. Na ocasião, uma adolescente de 17 anos também foi apreendida por ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas.

Ex-candidato a vereador em 2016

Igson Cunha de Castro, disputou uma vaga para a Câmara de Vereadores pelo PROS, na  coligação que teve como majoritário Wiseman Celane, nas eleições municipais de 2016, com o registro de Lourinho, obtendo 59 votos.

De acordo com o diretor do Denarc, as apreensões e a prisão, foram resultados de uma abordagem de rotina realizada no Porto da Manaus Moderna, situado no bairro Centro, zona sul da capital. Conforme Mavignier, as equipes dirigiram-se até uma lancha atracada no local, oriunda do município de Tabatinga, com o intuito de localizar alguma substância ilícita.

“Durante revista no interior da lancha, encontramos uma mala em posse do jovem, que estava armazenando quatro quilos de maconha do tipo ‘skunk’. Em seguida, avistamos um compressor de ar pequeno, que estava despachado como encomenda e destinado a essa adolescente de 17 anos, que confessou que havia droga escondida dentro do aparelho. Contamos com o apoio dos bombeiros militares para a retirada dos três quilos de cocaína, escondidos no interior do compressor”, destacou o delegado Paulo Mavignier.

Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, Igson Cunha de Castro será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona sul da capital. Já a adolescente irá responder por ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas e será encaminhada para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai).

Com informações da assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.