No interior, PM prende 19 pessoas e apreende quatro adolescentes durante final de semana

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) prendeu 19 pessoas e apreendeu quatro adolescentes por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e furto, além de um cumprimento de mandado de prisão, entre a noite da última sexta-feira (24/04) e a madrugada de hoje (27/04). As prisões ocorreram nos municípios de Ipixuna, Tefé, Maués, Urucurituba, Presidente Figueiredo, Benjamin Constant, Alvarães, São Sebastião do Uatumã, Nova Olinda do Norte, Eirunepé, Tabatinga e Atalaia do Norte.

Em Maués, um homem de 24 anos, que estava em prisão domiciliar, teve um mandado de prisão expedido pela 2ª Vara de Justiça por descumprir medidas restritivas, tendo assim sua liberdade revogada. No momento da prisão, o homem foi encontrado com uma arma de fogo calibre 36, de fabricação caseira, com uma munição.

Em Nova Olinda do Norte, os policiais receberam a informação, via 190, de que populares haviam encontrado um adolescente de 17 anos furtando a residência de uma mulher de 50 anos. No local, a vítima relatou à polícia que o jovem havia entrado em sua residência e tentou furtar objetos. O filho da vítima viu a ação do suspeito e entrou em luta corporal com ele, momento em que os vizinhos teriam percebido o ocorrido e começaram a agredir o adolescente, que já apresentava vários hematomas no rosto e com sinais de embriaguez. Ele foi apreendido e encaminhado ao hospital do município.

Em Eirunepé, cinco pessoas foram presas e dois adolescentes foram apreendidos após policiais do município receberem uma denúncia anônima de que alguns indivíduos estariam comercializando substância entorpecente no Bairro de Fátima. No local, com os cinco homens e os dois adolescentes, a guarnição apreendeu três facas e seis porções médias de maconha. Os envolvidos e o material apreendido foram levados à delegacia do município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.