Maraã: Desembargadora solta prefeito e manda investigar áudios de denúncia

A desembargadora Carla Reis, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), determinou na noite desta quarta-feira, dia 18, a soltura do prefeito eleito de Maraã, Luiz Magno Moraes (PMDB), preso em Manaus desde o dia 21 de dezembro.

Pedido de soltura foi feito pela própria procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), em exercício, Leda Mara Albuquerque.

De acordo com o despacho da magistrada, o Ministério Público argumentou que as gravações de áudios em que Magno é citado como o principal mandante do assassinato do prefeito de Maraã em fevereiro de 2016, Cícero Lopes, precisam ser melhor periciadas quanto à sua autenticidade.

A desembargadora Carla Reis determinou que o denunciante seja investigado sobre possível montagem dos áudios, o que configuraria denunciação caluniosa.

Esse denunciante, testemunha do caso, teria admitido essa possibilidade no curso das investigações do MP-AM. Magno foi preso por ordem do TJ-AM, a pedido do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do MP-AM. 

Fonte: BNC

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.