Omar entrega equipamentos e implementos agrícolas e anuncia aportes acima de R$ 600 milhões para o interior

Gov. Omar Aziz durante a coletiva de imprensa na parque da expoagro

O governador Omar Aziz entregou na sexta-feira, 6 de julho, equipamentos e implementos agrícolas no valor de mais de R$ 7 milhões para 37 municípios do interior, resultado de acordo de cooperação com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Na ocasião, Omar Aziz anunciou que planeja investir cerca de R$ 600 milhões em infraestrutura no interior, mais especificamente para a construção de cinco aeroportos (Jutaí, Uarini, Amaturá, Pauini e Maraã) e das estradas Anori-Codajás e Caapiranga-Novo Airão, além de vicinais.

Segundo Omar Aziz, o objetivo é melhorar as condições dos municípios que vivem no isolamento, principalmente em relação ao escoamento da produção. Durante o evento, realizado no Parque de Exposições Eurípedes Ferreira Lins (Expoagro), 37 municípios foram beneficiados com equipamentos e implementos agrícolas, dentre os quais 32 retroescavadeiras que serão usadas pelas prefeituras para recuperar vicinais e permitir o escoamento da produção. “Quando converso com os prefeitos a maior é queixa é em relação às vicinais” disse o governador, ao anunciar que em breve lançará um programa de governo específico para o setor primário.

Além das retroescavadeiras, foram entregues 13 casas de farinha, três tratores, dois microtratores com reboque e um caminhão para prefeituras e grupos organizados de trabalhadores rurais. A ação é uma parceria entre Governo do Amazonas e o Governo Federal para o fortalecimento da agricultura familiar e das cadeias produtivas no Estado e envolve investimentos totais de aproximadamente R$ 7 milhões, divididos em dois convênios. Um deles, por meio de repasse de R$ 485 mil feito pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) à Secretaria de Articulação de Políticas Públicas aos Movimentos Sociais e Populares (Searp), vai beneficiar associações, sindicatos, comunidades e prefeituras, envolvendo quase 3,5 mil trabalhadores diretos em 13 municípios.

A outra ação envolve cerca de R$ 6,4 milhões com recursos provenientes da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2), também repassados via MDA para as prefeituras e consiste na entrega das 32 retroescavadeiras, uma por município. “Vamos ajudar as prefeituras a recuperar as vicinais para permitir escoamento da produção e melhorar a relação da zona rural com as cidades”, afirmou o delegado do MDA no Amazonas, Lúcio Carril.

Segundo Omar Aziz, o reforço para o setor primário chega em boa hora, pois vai ajudar as prefeituras e os produtores a se recuperarem dos estragos causados pela grande cheia registrada este ano no Estado. Para o secretário da Searp, José de Farias (Zeca do PT), um dos principais impasses, apontados pelos pequenos agricultores para aumentar a produção é a dificuldade na aquisição dos equipamentos agrícolas mecanizados, devido ao preço elevado, o que torna a compra quase que impossível.

 Pacote de obras – O governador anunciou um pacote de obras e programas que devem ser lançados nos próximos dias, entre os quais a Cidade Universitária, em Iranduba, cujo projeto deve ser apresentado por ele dia 12 de julho. Semana que vem, ele também espera dar ordem de serviço para a continuação da obra da Avenida das Torres.  Em setembro, na presença da presidenta Dilma Rousseff, o governador vai inaugurar 4 mil unidades habitacionais do Programa Minha Casa Minha. “Estamos licitando, neste momento, 8 mil unidades para o interior do Estado e iniciando o processo da licitação de mais 20 CETIS (Centro de Educação de Tempo Integral) para o interior e capital”.

A duplicação da rodovia Manoel Urbano, que liga Manaus a Manacapuru, depende de licitação em curso e o programa Ronda no Bairro tem previsão para iniciar em outras duas zonas da cidade – leste e centro-sul – ainda este mês. “Hoje, neste momento, estamos trabalhando no sentido de gerar bastante oportunidade às pessoas. Manaus vai ter uma quantidade significativa de obras, o que deve gerar muitos empregos. Até o final do mês devo assinar um convênio para reformar a Colina, um dos centros de treinamento para a Copa”.

Fonte: Agecom

Foto: Alex Pazuello

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.