Operação ‘Ágata’ reúne forças armadas e instituições na fronteira Brasil-Colômbia

As Forças Armadas em parceira com Polícia Federal, Secretaria da Receita Federal (SRF), Força Nacional de Segurança (FNS) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) deflagrou guerra contra o narcotráfico na fronteira Brasil-Colômbia.

A ‘Ágata 1’, iniciou na última sexta-feira (5) e acabou com três pontos de garimpo ilegal no município de São Gabriel da Cachoeira (a 851 quilômetros da capital) e em Tabatinga (a 1.106 quilômetros da capital).

A ação também desarticulou pistas de pouso clandestinas, apreendeu grande quantidade de peixes ornamentais retirados do Rio Negro, uma tonelada de produtos piratas apreendida em Tabatinga, além de 300 quilos de cocaína apreendidos na região de Anamã (a 162 quilômetros da capital).

A operação conta com 3,5 mil homens, segundo o comandante do Comando Militar da Amazônia (CMA), general de exército, Luis Carlos Gomes Mattos.

“Com o fechamento da fronteira e atuação em vários pontos dos municípios de São Gabriel da Cachoeira e, especialmente, em Tabatinga, certamente já causamos prejuízos aos narcotraficantes que os utilizavam como porta de entrada da droga para o Estado e para o resto do país”, ressaltou.

Fonte: Amazonas Em Tempo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.