Saneamento básico: Uarini será beneficiado com recursos da Funasa

O prefeito de Uarini, Antônio Uchôa, participou na manhã desta quarta-feira, 12, em Manaus, da entrega de projetos de saneamento básicos para dez municípios do Amazonas. Nessa primeira etapa, Benjamin Constant, Itapiranga, Maraã, Tabatinga e Juruá, receberão recursos que somam R$ 11 milhões. Já para os municípios de Alvarães, Anamã, Anori, Beruri e Caapiranga, a Ciama fez a atualização dos projetos, que agora estarão aptos para receber recursos, que somam R$ 23 milhões.

Os recursos são provenientes da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e estavam parados desde 2016 por falta de projetos adequados de infraestrutura e/ou pendências documentais. Nesta quarta-feira (12/06), o governador Wilson Lima entregou para prefeituras de 10 municípios projetos prontos para receber recursos, cinco deles totalmente elaborados pela Ciama e outros cinco atualizados pela companhia, que somam R$ 34 milhões. Por determinação de Wilson Lima, a Ciama criou uma força-tarefa para traçar estratégias, junto às prefeituras e à Funasa, e destravar a aplicação dos recursos. Com o trabalho, o Governo do Amazonas evitou que o recurso fosse perdido.
A Ciama já trabalha na segunda fase de consultoria aos municípios que devem receber os recursos da Funasa para saneamento básico.

Na segunda etapa do trabalho, com prazo de conclusão até 31 de dezembro de 2019, será a vez de Uarini, Amaturá, Autazes, Boca do Acre, Tapauá, Urucará, Urucurituba, Novo Airão, Novo Aripuanã, Nhamundá, Santo Antônio do Içá e São Paulo de Olivença. Os municípios receberão os seus projetos prontos para darem início às obras de ampliação, melhoria ou implantação de novas estações de tratamento de água, no valor de R$ 29 milhões. Somando a primeira e segunda etapas da força-tarefa da Ciama, o Governo do Amazonas irá destravar, em parceria com a Funasa e prefeituras, a aplicação de R$ 63 milhões.

Fotos: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.