Após desentendimento em carro, tenente da PM inicia tiroteio, mata dois colegas e fere outros dois

Uma discussão seguida de um desfecho trágico entre amigos.

Os servidores da Polícia Militar do Amazonas, sargento Edizandro Santos Louzada, de 40 anos, e o cabo Graziano Monte Negreiros, 36, foram assassinados dentro de veículo modelo Voyage, placa PHO2296, na madrugada deste sábado (5) a tiros disparados pelo tenente J. Pessoa, também da PM após retornarem de uma festa casa de show “Alambique”.

De acordo com a Polícia além das duas vítimas fatais e do autor dos disparos no carro também estava um civil de 26 anos e o major PM Lurdenilson Lima de Paula, 40, que foi atingido no ombro segundo boletim médico.

O crime teria acontecido após briga ocorrida dentro do veículo que fez com o tenente ‘surtasse’ próximo ao seu destino de parada e inciado tiroteio que atingiu primeiro o motorista do Voyage, Edizandro, o que fez com o carro perdesse a direção e após isso ele continuou os disparos.

O tenente foi preso e levado ao 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foi apresentado e passou por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal.

A Polícia Militar do Amazonas divulgou uma nota de pesar na manhã de hoje (5), pelas duas vítimas fatais e informou que a ocorrência está sendo atendida pela equipe do Serviço Social e funeral da DPS/PMAM e se solidarizou com os familiares e amigos.

O secretário de segurança pública do Amazonas, coronel Louismar Bonates, determinou neste sábado (05) ao Comando Geral da Polícia Militar a abertura de um procedimento investigativo para apurar rigorosamente a ocorrência de homicídio e tentativa de homicídio envolvendo policiais militares registrada na madrugada de hoje no bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus. O tenente J. Pessoa, acusado de efetuar disparos que mataram duas pessoas e deixaram outras duas feridas, foi preso e flagranteado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Segundo informações iniciais da investigação, os policiais estavam vindo de uma festa quando houve um desentendimento e a discussão que culminou na tragédia. Pela manhã, Bonates esteve no hospital João Lúcio, na zona leste, visitando o major de 40 anos, que está internado. Além dele, um civil de 26 anos também foi baleado.

“Os dois feridos estão estabilizados e, conforme os médicos, não correm perigo de morte. As providências legais estão sendo tomadas e o acusado foi flagranteado. Pelo apurado até aqui, foi uma discussão seguida de um desfecho trágico entre amigos. Mas isso é um fato isolado que não representa de forma alguma a seriedade da corporação”, destacou o titular da SSP-AM.

De acordo com o boletim médico repassado pela Secretaria de Estado de Saúde (SUSAM), o major da PM, baleado no ombro esquerdo, já foi submetido a exames, está consciente e orientado. O civil também fez exames e passa bem.

Com informações do AM POST

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.