Coari: Piratas do rio trocam tiros com a polícia no Solimões

Policiais militares do 5° Batalhão do Município de Coari (distante 325 quilômetros de Manaus) foram recebidos a tiros por “piratas do rio” durante uma ocorrência nesta quinta-feira (13). A ação terminou com a prisão de Vagno Ferreira Cardoso, 34, acusado de integrar uma quadrilha de piratas, e Suzane Daine dos Santos Amoedo, 35. Conforme informações da PM, uma guarnição fluvial estava em patrulhamento no lago Coari, quando identificou Vagno em atitude suspeita.

Arma
Após revista e interrogatório de rotina, foi encontrado com ele um revólver calibre 38 com duas munições intactas. Questionado sobre a arma, o suspeito informou que teria feito uma entrega de alimento para comparsas, conhecidos como “Gambiarra” e “Mateusinho”. O trio teria escondido uma lancha com motor 250HP usada para assaltos nos rios. A guarnição iniciou as buscas, localizando a embarcação escondida numa mata de igapó. Durante a aproximação, os PMs foram recebidos a tiros. Ninguém ficou ferido no tiroteio. Os infratores conseguiram fugir pela mata. A lancha preta e dourada “Dona Raimunda” foi aprendida, assim como munição de diversos calibres. No barco estavam alimentos e roupas usadas pelos piratas para praticar roubos.

Casa na mata
Os policiais encontraram uma casa usada como base para o tráfico de drogas. O proprietário fugiu, deixando a mulher detida. No imóvel foi apreendido 100 gramas de pasta base de cocaína e dinheiro. Daine, Vagno e todo o material apreendido foi apresentado na Delegacia de Polícia para os procedimentos cabíveis. Vagno já tem passagens pela polícia por roubo. Ele é primo de um famoso “pirata” conhecido na região como “Patarrão”. A ação de hoje foi coordenada pelo major Pedro Moreira, que intensificou o policiamento nas zonas rural e urbanas do município devido à aproximação dos festejos natalinos.

Com informações do Portal do Marcos Santos/Fotos: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.