Pré-candidata Nejmi Aziz é denunciada por propaganda eleitoral antecipada

Comitê de Combate à Corrupção e Caixa Dois no Amazonas ingressou nesta quarta-feira, 1º de agosto, com representação contra a pré-candidata a deputada estadual no Amazonas, Nejmi Jomaa Abdel Aziz, do Partido Social Democrático – PSD, junto à Procuradoria Regional do Ministério Público Federal – MPF. O recurso se fundamenta pela realização da propaganda antecipada de candidatura com pedidos implícitos de votos em rede social, ação que fere a legislação eleitoral vigente no país.

Os membros do comitê puderam confirmar as denúncias encaminhadas à entidade ao acessar um dos perfis citados (https://www.facebook.com/sallyaraniva) onde foi possível notar que várias pessoas ligadas ao mesmo círculo de relacionamento na rede social possuem como capa principal de seu perfil social, um banner indicando apoio à candidatura da pré-candidata Nejmi Aziz.

Por extensão a representação ao MPF no Amazonas, se estende também aos titulares dos perfis, as senhoras Sallyaraniva, Sema Lopes e Elenise Barreto e, aos senhores, Gilmar Smith, Daniel Galileia, Ronnie Marcello Barreto Ribeiro.

Com a apresentação das denúncias com prints das imagens obtidas na mídia social citada e arroladas no recurso eleitoral, o comitê solicita à Procuradoria Regional do MPF, a apuração dos ilícitos demonstrados devidamente instruídos pelas provas anexadas ao documento, o cumprimento da legislação eleitoral brasileira em vigor, com aplicações das sanções cabíveis na Lei 9.504/97 e na Lei Complementar 64/1990.

De acordo com a legislação eleitoral e as recentes decisões do Tribunal Superior Eleitoral – TSE, a propaganda eleitoral é permitida somente após 15 de agosto de 2018. Além disso, proíbe o pedido explícito ou implícito do voto no período da pré-campanha.

Com informações do Blog da Floresta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.