Forças de segurança treinam técnicas de abordagem a embarcações em Manaus

Em seu terceiro dia, o 1º Seminário Interestadual de Abordagens a Embarcações (Siae) realizou, nesta quarta-feira (22), uma simulação de abordagens em embarcações com a tropa do Batalhão de Operações Ribeirinhas da Marinha, Batalhão Ambiental da Polícia Militar, Comando de Operações Especiais (COE) e grupo Fera da Polícia Civil. O treinamento ocorreu na orla de Manaus, durante a manhã e início da tarde.

As equipes embarcaram do Centro de Embarcações do Comando Militar da Amazônia (Cecma), na avenida Pedro Teixeira, bairro Ponta Negra, zona oeste. Durante a ação, houve demonstrações de abordagens de cada tropa com suas particularidades como o uso de cão farejador para encontrar entorpecentes na embarcação, mergulhador fazendo a varredura embaixo dos barcos, abordagem a nado e uma troca de tiros com suspeitos.

Segundo o secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, o seminário está sendo de suma importância para otimizar os trabalhos das diferentes forças de segurança no combate ao narcotráfico nos rios e ataques de piratas nos rios. “O estado está adquirindo lanchas blindadas e nós precisamos desse treinamento, bem como precisamos fazer um trabalho de conhecimento de como as outras forças operam. O nosso objetivo é preservar a vida e ter êxito na apreensão de drogas”, afirmou.

Integrantes do batalhão de elite da PM, os policiais da COE realizaram uma abordagem mais repressiva com mergulhador, abordagem a nado e troca de tiros. Segundo o major Heber Ribeiro, comandante da COE, a Companhia é chamada como a última ferramenta do estado, para ocorrências de altíssimo risco.

“Para chegar nesse patamar requer muito treinamento. Nossos policiais passaram por treinamento em outras cidades, e até fora do país, pois sabemos que o contato com o pirata, o traficante, é muito provável e, então, devemos estar preparados. Sendo assim, fizemos abordagem simples e depois, ao encontrar o ilícito e na segunda ação, fomos recebidos a tiros e fizemos uma contra emboscada”, explicou.

Segundo o coordenador do evento, tenente-coronel Almir Cavalcante, as demonstrações realizadas pelas tropas deram oportunidade aos membros da segurança pública, não somente do Amazonas, como de outros estados, de conhecer as técnicas de abordagens de cada tropa operacionais do estado e federais.

“Eles tiveram a oportunidade de visualizar como é feita as abordagens realizadas no estado. Foram realizadas abordagens administrativas, ações mais ofensivas contra traficantes e piratas. Cada um apresentou uma forma de abordar e, no final, vamos compilar as informações e criar um manual de instrução com as informações das técnicas para serem distribuídas para as forças do estado”, contou.

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.