Seduc convoca, a partir de janeiro, os quase seis mil aprovados em concurso público

A partir de janeiro de 2012 começam a ser convocados os 5.888 candidatos aprovados no último concurso público da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), realizado pelo Centro de Seleção e Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) em maio deste ano em todos os municípios do Amazonas.

No total, 83.149 candidatos disputaram 7.703 vagas em cargos dos níveis Fundamental, Médio e Superior. De acordo com a Seduc ,76% das 7.703 vagas foram preenchidas. O resultado foi divulgado na tarde de hoje.

Como de acordo com o edital do certame o concurso não forma cadastro de reserva, só serão convocados os candidatos que preencheram as vagas. Os profissionais aprovados devem estar nas respectivas escolas a partir de fevereiro de 2012, para o início do ano letivo.

Desde a realização da prova, no dia 22 de maio, os candidatos realizaram as provas de títulos, as provas práticas e a perícia médica. O último concurso realizado pelo Governo do Estado para a área da educação ocorreu em 2003, com 5.998 vagas.

A Seduc alertou os candidatos a atentar para a sua colocação na classificação, pois no edital de homologação do resultado divulgado pelo Cespe/Unb constam 30.473 nomes de candidatos que atingiram a nota mínima no certame.

A validade do concurso é de um ano após a data da homologação, o que encerra no dia 17 de novembro de 2012, podendo ser prorrogável por mais um ano, conforme necessidade da Seduc.

O secretário da Seduc, professor Gedeão Amorim, destaca que o concurso foi realizado com a perspectiva de garantir a melhoria do nível da educação através da seleção dos melhores professores. “Este concurso ocorreu de forma bastante criteriosa e cuidadosa, pois foi o maior já realizado pelo Governo do Estado em toda a sua história”, disse.

Para o governador Omar Aziz, a melhoria da qualidade da educação no Estado não depende apenas dos investimentos em infraestrutura, mas também em recursos humanos e na valorização profissional e o concurso público é a melhor maneira de se formar quadro qualificado.

“Nosso desafio é avançar nos índices de educação do Amazonas. Para isso, estamos aumentando a rede física, construindo escolas de tempo integral, contratando mais profissionais e buscando várias formas de incentivar os profissionais para alcançarmos nossos objetivos”, declarou.

Salários

Para os cargos de nível superior, os salários variam de R$ 994,51 a R$ 2.349,78. Exceto para os cargos de professor e pedagogo, todas as demais funções terão regime de 30 horas semanais.

Para o cargo de assistente administrativo, o salário é de R$ 746, 71, para 30 horas semanais.  Para o nível fundamental, a remuneração de R$ 623,36, correspondendo também a 30 horas de atividades semanais.

Vagas

Os únicos cargos onde a oferta de vagas não foi preenchida totalmente pelo concurso da Seduc são de nível Superior. Todas as 1.360 vagas disponibilizadas para candidatos de nível médio – 757 de assistente administrativo – e Fundamental – 603 de merendeiro – foram preenchidas, segundo a Seduc.

Para o cargo de assistente administrativo, 33.569 pessoas concorreram às 757 vagas disponíveis, gerando uma concorrência de 44,3 candidatos por vaga. Já para o cargo de merendeiro, a concorrência foi de 31,4 candidatos por vaga, com 18.907 pessoas disputando as 603 vagas.

Entre os cargos de nível superior, os que apresentaram menor percentual de vagas preenchidas foram os de bibliotecário – com apenas 44% das vagas preenchidas -, contador e estatístico, com metade das vagas ocupadas. Os cargos de assistente social e psicólogo foram os únicos de nível Superior em que todas as vagas foram preenchidas.

No total, foram inscritos 676 candidatos para 11 vagas de assistente social, cargo que teve a maior concorrência na relação candidatos por vaga: 61,5. Em seguida, as funções mais concorridas entre as de nível Superior foram as de psicólogo – 441 inscritos para 17 vagas, média de 25,9 candidatos/vaga – e de contador, com 148 inscritos para seis vagas e média de 24,7 candidatos por vaga.

As vagas de professor e pedagogo também não foram 100% preenchidas, informou a Seduc. Segundo a secretaria, 26.506 pessoas concorreram a uma das 5.969 vagas para professor ofertadas em todo o Estado, mas apenas 4.268 vagas (72% do total) foram preenchidas. Entre os pedagogos foram 2.387 inscritos, 231 vagas ofertadas e 180 preenchidas, um percentual de 78% do total.

Fonte: acritica.com.br

Foto: Agecom

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.