Polícia Federal e Ibama destroem 23 balsas de garimpo ilegal no Rio Madeira

A ação foi realizada nesta quinta-feira (4), nas proximidades do município de Autazes.

Uma ação da Polícia Federal e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) resultou na destruição de 23 balsas/dragas utilizadas na prática de garimpo ilegal no Rio Madeira. A operação aconteceu nesta quinta-feira (4), próximo ao município de Autazes, no interior do Amazonas.

Conforme a PF, a operação conjunta, teve como objetivo identificação, abordagem e inutilização de balsas/dragas que operam a atividade de garimpo ilegal de ouro na calha do Rio Madeira.

A Polícia Federal esclarece que atualmente toda a atividade de lavra de ouro no Rio Madeira é ilegal e que, portanto, as ações objetivando a desintrusão dessa importante hidrovia federal continuarão a ser realizadas, assim como serão estendidas em 2022 a outras regiões de garimpo ilegal detectadas no Amazonas.

*Com informações do Canal92am

COMPARTILHAR