Prêmios disponibilizam R$ 120 mil para projetos voltados para tecnologia e desenvolvimento sustentável

0
6

As inscrições para os Prêmios Samuel Benchimol e Banco da Amazônia de Empreendedorismo Consciente prosseguem abertas até o dia 31 deste mês e concedem R$ 120 mil em premiações divididas aos vencedores de cinco categorias que valorizem iniciativas para o desenvolvimento sustentável da Região Amazônica. Os prêmios foram desenvolvidos pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e pelo Banco da Amazônia e são apoiados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação  do Amazonas (SEPLANCTI/AM), e do Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequena Empresa (Sebrae).

De acordo com a coordenadora de Ações Institucionais do Banco, Claudia Aguilla, os três primeiros colocados das categorias “Projetos de Desenvolvimento Sustentável na Região Amazônica” e “Iniciativa de Desenvolvimento Local (IDL)” receberão quantias de R$ 35 mil, R$ 15 mil e R$ 10 mil, respectivamente.

Neste ano, os prêmios vão homenagear os 75 anos do Banco da Amazônia, os 60 anos da Universidade Federal do Pará (UFPA) e o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento. “A outorga dos premiados ocorre anualmente de forma itinerante nos estados que integram a área geográfica da Amazônia Legal, contemplando os estados do Acre, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e Amazonas”, comentou a coordenadora.

Segundo o professor da Universidade Federal do Pará (UFPA), Marcus Fernandes, que foi um dos ganhadores da edição de 2016 com o projeto “Aproveitamento de Resíduos Sólidos do Caranguejo-Uçá: Alternativa de Renda e Uso Sustentável”, os prêmios concebem grandes inspirações para jovens sonhadores. “Esses prêmios têm valorizado os profissionais que tentam materializar suas ideias e transformá-las em realidade e, para além dessa relevância, conseguem transformar a sociedade ao seu redor. Prêmios como esses são imprescindíveis para o incentivo e manutenção da luz acesa de mentes criativas, além de ajudá-las na transposição do papel para as comunidades”, explicou.

Inscrições

De 2004 a 2016, o Prêmio Samuel Benchimol já somou 2.668 inscrições, sendo 86% distribuídas na Região Norte, enquanto o Prêmio Banco da Amazônia de Empreendedorismo Consciente recebeu 553 inscrições no período de 2009 a 2016. Mais de 100 projetos e personalidades foram contemplados nesses 12 anos dos certames.

As inscrições podem ser feitas até 31 de agosto e são efetuadas somente pelo site www.amazonia.ibict.br.

 

Categorias

O Prêmio Banco da Amazônia de Empreendedorismo Consciente apresenta três categorias:

1)      “Iniciativa de Desenvolvimento Local (IDL)” almeja contemplar os conceitos e práticas de Economia Criativa, Economia Verde e/ou Agroecologia e Produção Orgânica;

2)      “Empresa na Amazônia” visa premiar empresas que sejam importantes no fortalecimento de cadeias produtivas dos setores que conduzam ao desenvolvimento sustentável da Amazônia;

3)      “Microempreendimento na Amazônia (Prêmio Florescer)” homenageará dois microempreendedores, valorizando o caráter empreendedor do pequeno negócio de sucesso na Amazônia, desenvolvidos nos meios urbano e rural.

O Prêmio Professor Samuel Benchimol tem duas categorias:

1)      “Projetos de Desenvolvimento Sustentável na Região Amazônica” que vai contemplar projetos inovadores que resultam de estudos que consideram simultaneamente ou individualmente a conservação ambiental, a responsabilidade social e ou a viabilidade econômica; e

2)      “Personalidades dedicadas ao Desenvolvimento Sustentável da Região Amazônica” que objetiva agraciar personalidades do meio empresarial e acadêmico, que se destacaram em prol do desenvolvimento sustentável na Região Amazônica.

com informações da assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.