‘Vamos fortalecer as ações de segurança desenvolvidas em parceria com as empresas do PIM’, diz governador eleito em visita à Moto Honda da Amazônia

A empresa emprega 5.500 trabalhadores e vai atingir a marca de 24 milhões de motos produzidas no início de 2019.

O governador eleito, Wilson Lima, visitou, hoje (19), a fábrica da Moto Honda da Amazônia, no Polo Industrial de Manaus, onde conheceu a organização da empresa, o processo de produção e transporte das motocicletas fabricadas em Manaus. Ele percorreu as linhas de produção e conversou com os trabalhadores.

Uma das prioridades do novo governo, que assume no dia 1.º de janeiro, será garantir a manutenção dos empregos gerados pelas fábricas do Polo Industrial de Manaus e possibilitar a criação de novos postos de trabalho.

Wilson Lima reafirmou que isso só será possível com parcerias e ações que garantam a proteção dos incentivos fiscais da Zona Franca de Manaus, – vital para a sobrevivência do modelo, além do fomento a criação de novas alternativas econômicas.

“É importante que a gente venha aqui, que conheça melhor essa realidade a fim de estreitar as relações pra aumentar as forças, as parcerias e lutar no sentido de garantir os incentivos fiscais concedidos às fábricas instaladas em Manaus. Garantir que esses empregos aqui se mantenham e que outras empresas possam expandir os negócios”, declarou.

Além disso, o governador eleito reiterou o compromisso de fortalecer as ações de segurança desenvolvidas em parceria com as empresas do PIM.

“Nós construímos nosso projeto de segurança pública pautado muito na questão tecnológica, como um grande auxílio para combater essa violência. A partir de 1.º de janeiro a gente vai, efetivamente, implementar esse projeto”, afirmou.

As linhas de ônibus, que transportam os 88 mil funcionários do Polo Industrial de Manaus, são alvo de assaltantes. Este ano, foram registradas 72 ocorrências, segundo dados levantados pela empresa.

Só a Moto Honda da Amazônia tem cerca de 220 rotas com rastreadores e botão do pânico para facilitar o contato com a polícia.

A empresa, uma das maiores do Pólo de Duas Rodas, emprega 5.500 trabalhadores e vai atingir a marca de 24 milhões de motos produzidas no início de 2019. Fabrica ainda quadriciclos e motores estacionários.

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.